Descubra como aumentar de forma natural a libido

Uma boa Libido, e fundamental para uma vida sexual saudável ,é um dos fatores mais importantes de um relacionamento, e com o aumento pela procura por formas naturais de aumentar a libido os alimentos afrodisíacos ganharam popularidade. Mas consumir tais alimentos é realmente eficaz?

Antes de tudo é preciso entender o que é afrodisíaco.

Afinal essa palavra vem do nome da deusa Grega do amor e a beleza, Afrodite, onde até mesmo o nascimento dessa deusa tem uma conexão sexual. De acordo com a mitologia grega Afrodite é filha de Uranus, deus dos Céus, e não tem mãe.

Quando Cronos, filho de Gaia a deusa da Terra, matou Uranos fez isso cortando as genitais de seu pai e assim que o sangue das genitais do titã caiu nas espumas do mar elas se transformaram em carne, assim nascendo Afrodite. 

Não existe nenhuma comprovação científica que os alimentos tão conhecidos como afrodisíacos tem qualquer efeito no desejo sexual, o que se sabe é que todos esses alimentos são ricos em nutrientes e vitaminas, o que pode ser a razão por trás dos efeitos eles aparentemente trazem. Ou seja, “alimento afrodisíaco” não é nada menos que outra expressão para “alimento nutritivo”.

Como aumentar a libido masculina?

Antes de tudo é preciso entender como se dá o desejo sexual e bem estar no sexo masculino. 

Existe um hormônio sexual responsável por diminuir ou aumentar a libido masculina: a testosterona. A testosterona é o hormônio sexual masculino feito nos testículos, e seu nível no organismo do homem é extremamente importante para seu desenvolvimento.  Durante a puberdade (na adolescência), a testosterona ajuda os rapazes a desenvolver características masculinas como barba e pêlos por todo o corpo, voz mais grossa e força muscular.

 Os homens precisam desse hormônio para produzir os espermatozoides, e é normal que caiam com a idade, uma vez que homens mais velhos têm menores níveis de testosterona em seu organismo.

O que significa ter uma deficiência de testosterona?

Alguns homens têm baixos níveis de testosterona, isso significa que o corpo não está produzindo a quantidade necessária dessa substância. Alguns dos sintomas desse distúrbio são:

  • Em primeiro lugar baixa libido;
  • Em segundo lugar fadiga;
  • Redução da massa muscular;
  • Irritabilidade;
  • Disfunção erétil;
  • Depressão;
  • Perda de pelos no rosto e corpo;
  • Perda de memória;
  • Dificuldade em manter o foco;
  • E por fim ganho de peso.

Quão comum é a deficiência de testosterona em homens?

É difícil ter certeza do número de homens que sofrem com a deficiência de testosterona uma vez que eles tendem a se sentir envergonhados em até falar sobre o assunto, mas acredita-se que cerca de 2 a cada 100 homens ao redor do mundo sofrem com esse problema.

Apenas 1% de jovens sofre com esse problema, já na terceira idade essa porcentagem é bem maior: cerca de 50% dos homens acima de 80 anos sofrem com a deficiência de testosterona.

O distúrbio de testosterona é mais comum em homens que sofrem de diabetes ou sobrepeso. Em pesquisas recentes foi comprovado que mais de 30% dos homens que estão acima do peso sofrem com esse distúrbio, em comparação com apenas 6.4% dos que não estão acima do peso. A diabetes é também um fator de risco, em outro estudo comprovaram que 24.5% dos homens que sofrem de diabetes têm baixa testosterona, comparado com 12.6% dos homens que não são diabéticos. 

Quais as causas da disfunção erétil

Entre as causas mais comuns da redução da testosterona estão:

  • Remoção dos testículos devido ao câncer;
  • Quimioterapia ou radioterapia;
  • Infecção;
  • Danos físicos ao testículo;
  • Doenças auto-imunes;
  • Idade;
  • Uso de antidepressivos;
  • Pressão alta;
  • Gordura abdominal;
  • Colesterol alto.

Mas então, como posso aumentar a libido masculina de maneira totalmente natural?

Veja a seguir alguns passos que você pode realizar para aumentar a libido:

Faça o uso de estimulantes sexuais naturais

Estimulante sexual natural podem ser grandes aliados para quem deseja aumentar a libido masculina sem prejudicar a saúde. Esse tipo de suplemento repõe todas as vitaminas e sais minerais que o corpo precisa para reproduzir e manter níveis saudáveis de testosterona. Procure por aqueles que contêm zinco, magnésio e vitamina D.

Pare de beber

Parar de consumir bebidas alcoólicas é uma das melhores coisas que você pode fazer por si mesmo. O álcool em doses altas irá suprimir seu nível de testosterona.

A cerveja é ainda pior para você: a espuma da cerveja age como um fitoestrogênio e cria o dobro de chances de reduzir a testosterona e aumentar o nível de estrogênio.

Se você bebe, tente consumir menos, ou apenas pare de vez. Algumas bebidas alcoólicas são melhores que a cerveja.

O álcool em doses pequenas não é tão ruim assim, pelo contrário, alguns estudos mostraram que pequenas doses antes de atividades físicas pode aumentar a quantidade dos hormônios sexuais presente em seu corpo, podendo aumentar o desejo.

Reduza o açúcar e o consumo de carboidratos processados

Altas doses de açúcar podem diminuir a quantidade de testosterona no organismo. Uma dieta rica em carboidratos processados e açúcar é um pesadelo para seu organismo.  O consumo desses alimentos causa o aumento da sensibilidade à insulina, inflamação, aumenta os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, e prejudica a tolerância à glicose. 

Ou seja, o açúcar refinado e os carboidratos processados são um inimigo se você deseja aumentar a libido masculina. 

Consuma apenas carboidratos complexos

O melhor carboidrato é o carboidrato complexo, também conhecido como carboidratos limpos ou carboidratos sem açúcar.

Os carboidratos são necessários para a produção de testosterona. Você pode conseguir esse carboidrato complexo a partir de alimentos como grãos, vegetais e frutas.

Consuma uma quantidade adequada de proteína

Ao contrário da crença popular, dietas com altas quantidades de proteína têm sido relacionadas ao baixo desejo sexual.

Isso não significa que você deva cortar a proteína de vez de sua dieta, mas que o excesso dessa substância no organismo pode fazer mal e te afastar de uma vida sexual satisfatória. 

Existem também evidências que o excesso de proteína ingerido pode fazer com que a massa muscular diminui, e menos massa muscular significa menos testosterona. Estudos recentes sugerem que a quantidade indicada de proteína é apenas 0.8 gramas por quilo.

Aumente o consumo de gorduras saudáveis

Uma dieta balanceada, com a quantidade necessária de gorduras boas pode ajudar a aumentar a libido masculina. Aposte em alimentos que possuem gorduras saturadas e Ômega 3, se possível, faça o uso de suplementos de ômega 3 a fim e obter diariamente a quantidade indicada dessa gordura. 

Alimentos como coxa de frango, ovos, amêndoas, e nozes são alimentos ricos em gorduras boas. Também vale substituir o óleo de soja refinado utilizado na cozinha por óleo de coco puro, azeite de oliva extra virgem e manteiga. 

Faça o uso de suplementos polivitamínicos

Dificilmente você irá conseguir colocar em seu organismo todas as vitaminas e minerais necessários, ainda mais se levar em conta qual a quantidade recomendada por médicos.

Muitos homens sofrem com a deficiência dos minerais e vitaminas essenciais para a produção de testosterona.

 Os polivitamínicos são formados por diversos nutrientes que compõem a alimentação e ainda pode ajudar a aumentar sua libido masculina. 

Evite gorduras “Falsas”

Você sabe o que o óleo de soja, óleo de milho e óleo de canola tem em comum?  Todos eles podem diminuir o apetite sexual.

Eles podem inflamar as artérias e as veias, causando problemas de circulação, e no piores dos casos, doenças do coração. Além disso, estão também relacionados a casos de demência e Alzheimer.

Se seu objetivo é aumentar a libido masculina, elimine esses óleos de sua dieta.

Remova a soja de sua dieta

Dessa forma em quantidades moderadas, a proteína da soja é bem recebida, mas existem pesquisas que podem dizer o contrário. 

Diversas pesquisas sobre a soja indicam que esse grão é um rico em fitos estrógenos, o que diretamente afeta os níveis de testosterona. Não existem evidências científicas que o consumo de qualquer quantidade de soja traz algum benefício ao corpo humano, sem contar que alimentos que contém a proteína de soja processada e óleo de soja não são nada saudáveis e pode afetar a saúde em diversos níveis como cardiovascular, hormonal, digestivo e cognitivo. 

Consuma abacates

Dessa maneira os abacates são considerados um alimento que traz fertilidade, de acordo com tribos nativas americanas, e por uma boa razão: Eles contêm gorduras mono saturadas, o exato tipo de gordura que você quer consumir para aumentar a libido masculina. Esse fruto é rico em diversos nutrientes como vitamina K, vitamina B6, potássio, vitamina E, vitamina C, ferro e ácido fólico.

Contudo o abacate atua também melhorando a circulação.

2 thoughts on “Descubra como aumentar de forma natural a libido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *